PARIS LA DÉFENSE–()–A Thales, líder mundial em segurança cibernética, criou a primeira aplicação do mundo real de criptografia pós-quântica (PQC) em seu principal aplicativo móvel seguro, o “Cryptosmart”, aproveitando os cartões SIM 5G para PQC. No projeto piloto, foi utilizada a criptografia híbrida (criptografia pré e pós-quântica) em uma ligação telefônica entre dois aparelhos para proteger as informações trocadas durante a ligação. A Thales investiu e testou tecnologias de segurança cibernética pós-quântica na última década para se preparar para estas ameaças emergentes.

Mesmo que os protótipos de computadores quânticos1 de hoje ainda estejam longe de representar uma ameaça à criptografia de chave pública, é essencial começar a investigar soluções resilientes. Por exemplo, há uma variante de ataques “armazenar agora, descriptografar depois” que consiste em armazenar dados e mensagens trocados hoje para descriptografar estas mensagens assim que os computadores quânticos estiverem disponíveis. Isto significa que a maior parte da segurança da infraestrutura digital com base em criptografia de chave pública (PKC) pode já estar vulnerável a um ataque quântico.

Essas ameaças são relevantes para cenários que envolvem informações altamente confidenciais, como as que são trocadas através de uma ligação telefônica criptografada. Para enfrentar ameaças desse tipo, a Thales criou uma prova de conceito para testar a escalabilidade e a qualidade de suas soluções, que variam desde cartões SIM 5G até software de comunicação segura.

Esta primeira solução móvel com proteção quântica do mundo real, que combina o aplicativo “Cryptosmart” da Thales e seu cartão SIM 5G, emprega criptografia híbrida, conforme recomendado pelo NIST (National Institute of Standards and Technology). O “CRYSTALS-Kyber”, um dos quatro algoritmos selecionados pelo NIST2, é o algoritmo PQC nativamente implementado no cartão SIM 5G e utilizado pelo aplicativo Cryptosmart para criptografar a comunicação.

“Criar defesas contra ameaças que ainda não existem pode parecer uma tarefa assustadora. Esta é exatamente a perspectiva que a comunidade mundial de segurança cibernética enfrenta com a chegada iminente da computação quântica. A era pós-quântica ainda está a anos de distância, mas à medida que a computação quântica se torna mais relevante, praticar a agilidade criptográfica agora com esses projetos pilotos e testes ajuda a Thales e seus clientes a se preparar”, disse Philippe KERYER, vice-presidente executivo de Estratégia e Tecnologia da Thales.

1 Computadores que podem executar certas tarefas muito mais rápido do que os computadores atuais em grande escala.

2 https://www.nist.gov/news-events/news/2022/07/nist-announces-first-four-quantum-resistant-cryptographic-algorithms

Sobre a Thales

A Thales (Euronext Paris: HO) é líder global em alta tecnologia que investe em inovações digitais e tecnologias essenciais – conectividade, big data, inteligência artificial, cibersegurança e tecnologia quântica – para construir um futuro em que todos possamos confiar e que é vital para o desenvolvimento de nossa sociedade.

A empresa oferece soluções, serviços e produtos que ajudam seus clientes – empresas, organizações e nações – a superar seus desafios nos mercados de defesa, aeronáutica, aeroespacial, transporte e identidade digital e segurança, tendo sempre pessoas à frente do processo de tomada de decisão.

Com 81 mil funcionários em 68 países, o Grupo gerou vendas de € 16,2 bilhões em 2021.

ACESSE

Identidade Digital e Segurança da Thales

Thales revela três tecnologias quânticas definidas para revolucionar o mundo de amanhã | Thales Group

Proteção de Dados Corporativos e Segurança Cibernética | Ercom

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.

source